TerabyteShop | Intel Core i3 6100 ou AMD FX 6300: em qual dos processadores investir?

i3 tem vantagens, mesmo com quatro núcleos a menos que FX 6300

Os processadores AMD FX 6300 e Intel Core i3 6100, sob uma análise superficial, são muito diferentes. Quase três anos entre o lançamento do FX e do Intel i3. Seis núcleos contra dois. Overclock de um lado e GPU on board do outro, parecem apontar para um comparativo com vencedor claro. Mas, a performance e preços os colocam no mesmo patamar dos processadores para a montagem de computadores de orçamento restrito.

Perspectiva de desempenho muito similar e preço bem competitivo, os dois processadores são do interesse de muitos consumidores. No comparativo a seguir, você vai descobrir quais são as vantagens e desvantagens dos dois.

Especificações: Core i3

i3 tem vantagem nas especificações, mesmo tendo quatro núcleos a menos que o FX 6300 (Foto: Divulgação/Intel)
A CPU da Intel leva certa vantagem sobre o FX 6300. Em primeiro lugar, o modelo é fruto de um processo de manufatura muito mais avançado do que ao da AMD. 14 nanômetros contra 32, o que é uma vantagem técnica. Indicam que a CPU deve esquentar e gastar menos energia para atingir velocidades mais altas que o rival.

A velocidade bruta também é mais rápida para o chip da Intel. Pode rodar a 3.7 GHz contra 3.5 GHz no processador da AMD.

No entanto, o chip da Intel tem dois núcleos (mas vira um quad-core por conta do HyperThreading. O AMD FX 6300 conta com seis núcleos de processamento.

Desempenho: Core i3

amd alt=
Compatibilidade com soquete LGA 1151 significa facilidiade de upgrade em favor do Core i3

Os benchmarks existentes que comparam os dois chips apresentam uma vantagem considerável para o processador da Intel. Considerando a capacidade de operação da CPU usando apenas um dos núcleos em carga máxima, o chip da Intel tem larga vantagem sobre o AMD.

Mas, o que isso significa em termos práticos? Aplicativos e jogos que não tiram proveito de múltiplos núcleos de processamento vão rodar sempre melhor com o chip Intel.

A conclusão óbvia seria a de que o FX 6300 se desse melhor em situações que dependem de múltiplos núcleos. A verdade é que o i3, com apenas dois núcleos físicos acaba tendo desempenho ligeiramente superior. O produto da Intel se beneficia da tecnologia HyperThreading, que simula mais dois núcleos. O que torna o i3 efetivamente um processador quad-core em algumas situações.

Uma ressalva é ter em mente de que o FX6300 permite overclock, algo impossível no chip da Intel.

Tecnologia: empate

amd alt=
Apesar de não ter GPU própria, o FX permite overclock

O i3 6100 é um processador bem recente, lançado em outubro de 2015. Conta com diversas tecnologias mais atualizadas que o rival. Além disso, o chip da Intel oferece GPU integrada, o que significa que ele pode ser instalado em computadores sem uma placa de vídeo. Saída econômica muito interessante para quem quer economizar.

Outra vantagem no caso do Core i3, e que diz respeito diretamente ao custo-benefício é a perspectiva de upgrades. O i3 funciona em placas-mãe que serão compatíveis com a sétima geração de CPUs da Intel. O FX 6300, por outro lado, é compatível com hardware que está em fim de linha e não será suportado pelos processadores Zen da AMD. Além disso, apesar de ser um dual-core, o i3 oferece o HyperThreading: a tecnologia da Intel faz com que o processador tenha mais dois núcleos simulados, tornando-o um quad-core.

O FX 6300 é um chip lançado em 2012 e isso acaba impactando o seu perfil tecnológico. Além de fazer parte de uma tecnologia de fabricação já defasada, de 32 nanômetros, o processador da AMD não conta com placa gráfica integrada. Mas isso não significa que não tenha algumas cartas na manga.

O FX 6300 conta com otimização para rodar o DirectX 12 com maior desenvoltura. Especialmente quando aliado a uma placa de vídeo compatível com a API da Microsoft. Outro ponto favorável é a perspectiva de se realizar overclock a velocidades que podem romper a casa dos 4 GHz, algo completamente inviável no processador da Intel.

O empate acaba sendo o resultado mais justo nesse critério porque as vantagens de um e outro só são mesmo vantagens dependendo do uso. Quem pretende economizar, e abre mão de uma placa de vídeo, vai preferir o i3. Por outro lado, quem quer overclock fica melhor servido com o FX 6300.

Consumo: Core i3

A diferença entre processo de manufatura ajuda bastante o processador da Intel a atingir uma TDP mais baixa em 51 watts. Esse número aponta a quantidade de energia que o processador da Intel desperdiça em forma de calor para funcionar na sua capacidade máxima.

Por outro lado, o chip da AMD esquenta consideravelmente mais, a 95 watts, quase o dobro do processador da Intel. O número é alto e significa que o computador com FX 6300 precisa ter algumas considerações sobre dissipação eficiente de calor levadas a sério. Afinal, superaquecimento pode comprometer sensivelmente a performance do chip que já opera num piso de temperatura relativamente alto por padrão.

Além disso, o componente que tem maior tendência a liberar energia térmica durante seu funcionamento é aquele que desperdiça maior quantidade de eletricidade. Nesse sentido, a eficiência térmica do Core i3 6100 é muito maior do que a do FX 6300.

Preço: FX 6300

amd alt=
Preço mais em conta é uma grande vantagem do FX 6300

O processador da AMD tem um trunfo difícil de ser superado pelo rival: o preço é bem mais em conta, o FX 6300 em torno de R$ 400 no Brasil. O i3 6100 sai por cerca de R$ 550.

A diferença não chega a ser grande. Isso só reforça a grande competitividade que existe entre esses dois processadores entre os consumidores que querem montar um computador de entrada.

Conclusão

O resultado mostra um placar de 3 a 1 para o Intel: as vitórias são em desempenho, especificações técnicas e tecnologia, contra o triunfo no preço do chip da AMD. Basicamente, a CPU da Intel é mais recente e se beneficia de oferecer acesso a placas-mãe capazes de receber processadores mais novos no futuro. Uma vantagem que pode se mostrar muito interessante na hora de economizar em um upgrade futuro.

Outro ponto de destaque do processador da Intel em montagens que buscam poupar gastos é a presença de GPU integrada. O i3 pode se responsabilizar pelo processamento gráfico em qualquer computador em que seja instalado enquanto que o FX 6300 exige o investimento em uma placa de vídeo dedicada.

O chip da AMD não deixa de ser um bom custo-benefício, sobretudo em situações que o usuário depende de boa performance em múltiplos núcleos e em que o overclock é necessário. O FX, ao contrário do i3, suporta a prática e pode ser levado a velocidades que superam os 4 GHz.

FONTE: TECHTUDO

*Confira os processadores disponíveis na Terabyte 👉 https://goo.gl/Qmrkoh

FACEBOOK

TWITTER